Você está aqui: Página Inicial > Rodoviário > Operações Rodoviárias > Termos de Cooperação-UFSC > Núcleo de Estudos sobre Acidentes de Trânsito em Rodovias Federais

Núcleo de Estudos sobre Acidentes de Trânsito em Rodovias Federais

por pgoncalves publicado 08/06/2010 14h50, última modificação 08/05/2015 17h25
Estudos Para Ampliação da Metodologia Desenvolvida no Plano Nacional de Contagem de Tráfego para Coleta, Análise e Tratamento Estatístico de Tráfego Rodoviário (Vigêngia 05/2011 a 04/2012)

Dados de tráfego consistentes e completos constituem o fundamento para o planejamento e a gerência apropriada do transporte rodoviário. Além daqueles levantados temporariamente em segmentos rodoviários pré-selecionados, cresce também, cada vez mais, o interesse por dados que descrevam o comportamento dos fluxos de tráfego ao longo de um ano, de um mês e durante o dia, dos segmentos de toda uma rede.

Não seria demasiado afirmar-se que as contagens de trânsito constituem-se na essência de toda a atividade rodoviária, bastando para tanto se considerar a importância das informações sobre o fluxo de veículos e sua composição para os programas e projetos de construção, manutenção, concessão, operação e segurança de trânsito, dependentes todos do volume circulante e do nível de serviço em que a rodovia atua.

As coletas de tráfego, portanto, objetivam fundamentalmente obter parâmetros básicos para um planejamento econômico dos transportes, bem como, possibilitar a adaptação dos sistemas de transportes a real demanda imposta aos mesmos.

Tendo em vista a relevância de estudos vinculados à operação das rodovias, a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) apresenta proposta de renovação de convênio, que conta com a participação da Coordenação Geral de Operações (CGPERT) do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para a execução de três diferentes projetos:

Projeto I: Fornecer dados de volume, composição, velocidade e peso circulante de trechos de rodovias federais para os anos de 2010 e 2011

O presente objeto visa amenizar a falta de informações de contagens de tráfego, valendo-se, para tanto, de dados que vinham sendo coletados continuamente até a interrupção do Programa Nacional de Contagem de Tráfego, em 2001. Outra fonte de dados consiste no levantamento de informações contidas nos cadastros disponíveis de projetos de engenharia e de informações de serem obtidas junto à CGPERT/DNIT, provenientes de coletas anteriores de dados de tráfego, registradas em pesagens de fiscalização e ainda por redutores eletrônicos de velocidade, em que pese nestes casos, a ausência de metodologia padronizada de coleta e de maior confiabilidade das amostras existentes. Além disso, serão realizadas coletas de cobertura, com duração de 7 (sete) dias ininterruptos, em 30 (trinta) trechos homogêneos de rodovias federais.

Projeto II: Atualização de banco de dados e implementação das funcionalidades no Sistema Georreferenciado de Informações Viárias (SGV)

O Projeto II contempla a realização de atividades ligadas à atualização e implementação de novas funcionalidades no Sistema Georreferenciado de Informações Viárias – SGV, tendo em vista que o levantamento de dados mencionado no Projeto I deverá ser processado e disponibilizado para consulta através do SGV.

Projeto III: Estudo de tecnologias ITS para redução de congestionamento de rodovias federais em áreas urbanizadas:
Este projeto contempla a realização de um estudo que tem como objetivo identificar potencialidades na utilização de equipamentos ITS. Através deste estudo, deverão ser propostas alternativas – padrões para implementação e operacionalização de sistemas, para que através dos mesmos seja possível:

 • Coleta de dados de tráfego.
 • Monitoramento de tráfego em travessias e corredores urbanos.
 • Estimação de custos das viagens.
 • Controle de acesso para transporte de carga.
 • E outras situações de operação rodoviária.

Os relatórios a seguir contemplam todas as atividades desenvolvidas ao longo do convênio, bem como os resultados alcançados:

Produto A – Relatório de Atividades Desenvolvidas e Resultados;

Produto B – Relatório de Atividades Desenvolvidas e Resultados (em desenvolvimento);

Produto C – Relatório de Atividades Desenvolvidas e Resultados (em desenvolvimento);