Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Trecho crítico da BR-163/PA recebe pavimentação temporária

Notícias

Trecho crítico da BR-163/PA recebe pavimentação temporária

INFRAESTRUTURA RODOVIÁRIA

por publicado: 14/03/2019 14h24 última modificação: 14/03/2019 14h24

Na madrugada desta quinta-feira, 14 de março, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o Exército Brasileiro deram início a pavimentação temporária de um dos pontos mais críticos da rodovia BR-163/PA, a Serra da Anita, localizada entre os trechos de Novo Progresso e Moraes Almeida.

Seguindo determinações dos diretores da Autarquia e Exército, os trabalhos de manutenção, bem como de produção de material pétreo para reforço de subleito, ocorrem 24 horas por dia. A produção deve chegar a 800m³ de material diariamente, atendendo a necessidade do serviço.

Devido às intensas chuvas no local, os trechos da BR-163/PA têm sofrido degradação, o que dificulta a manutenção da trafegabilidade dos caminhões que saem do Mato Grosso com destino aos portos de Miritituba/PA.

Apoio aos usuários – As equipes que atuam no local estão dando suporte aos ocupantes dos veículos paralisados na rodovia, distribuindo água e garantindo assistência médica em caso de emergência. Equipe de motociclistas da PRF também estão trabalhando para organizar a fila de caminhões no local e o trânsito.

Pesagem - Outra medida para garantir o fluxo de veículos na BR-163/PA no período de escoamento da safra de grãos será a fiscalização através de um posto de pesagem instalado em Guarantã do Norte/MT, que será iniciada no mês de março. O objetivo desta ação é evitar a subida para os portos de caminhões com excesso de carga, que acabam degradando a rodovia. As carretas com peso acima do recomendado não poderão continuar a viagem a partir do posto de pesagem entre a divisa do Mato Grosso e Pará.

Ação coordenada – As equipes do DNIT, Ministério da Infraestrutura, Exército Brasileiro e PRF atuam de maneira coordenada, no local e em Brasília, para garantir a liberação do tráfego no local. Representantes das entidades realizarão reuniões de acompanhamento e controle frequentes na sede da autarquia. As equipes locais também realizarão alinhamentos diários para garantir resposta rápida às situações que ocorrerem no trecho.

Conclusão da obra - Após o período chuvoso, previsto para meados de abril, se dará continuidade aos serviços de pavimentação programados para a rodovia. A BR-163/PA deverá estar totalmente asfaltada até o final de 2019.

Coordenação de Comunicação Social - DNIT