Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Trabalhos modificam acesso da BR-101/SC, em Pescaria Brava

Notícias

Trabalhos modificam acesso da BR-101/SC, em Pescaria Brava

por publicado: 04/07/2018 09h36 última modificação: 04/07/2018 09h36

Os usuários da BR-101 Sul/SC precisam ficar atentos à movimentação de equipamentos pelo km 322 da rodovia federal, dentro da frente de Obras Complementares para a construção de via lateral, em Pescaria Brava. No local, caminhões basculantes e pás carregadeiras estão alocados, e as entradas e saídas destes veículos são constantes. Essa logística construtiva modifica o acesso ao CTG Preto Velho e ao aterro sanitário que serve de depósito aos municípios próximos.

Os equipamentos são utilizados para escavação e transporte de solo com baixa resistência e também empregados na construção de galerias para drenagem pluvial (água das chuvas). Estes veículos vão seguir em velocidade bem menor que o fluxo da rodovia federal, entrando e saindo nos canteiros de obra utilizando a alça lateral para acesso ao CTG Preto Velho.

Esse trajeto é utilizado por caminhões em transporte dos resíduos urbanos coletados na região e depositados no aterro sanitário existente próximo da frente de obras. O DNIT/SC alerta os motoristas que, ao visualizarem um caminhão basculante sinalizando o acesso, reduzam a velocidade e mantenham distância. Todos os equipamentos envolvidos nas obras estão identificados e devem trafegar, no máximo, a 90 km/h, limite da rodovia nesse trecho, quando sem carga.

Já os pedestres que usam a passagem inferior construída no km 322 devem redobrar os cuidados na circulação enquanto existirem trabalhos alocados na sessão esquerda (paralela ao sentido Sul-Norte de tráfego) da travessia. Os espaços estão sinalizados e identificados.

Com o avanço na execução das Obras Complementares, a autarquia recomenda atenção redobrada para acessos laterais nos trechos de Laguna, Pescaria Brava, Capivari de Baixo e Tubarão. Sejam as alças de incorporação (entrada na rodovia federal) ou desincorporação (saída do fluxo) os serviços vão movimentar trabalhadores e equipamentos nesses espaços, nas próximas semanas. Novas ruas laterais e obras de arte especiais serão construídas no km 306, entre o km 321 ao km 324 e no km 330.

Na segunda fase de obras na duplicação da BR-101 Sul catarinense serão construídos 4.901,50 metros de novas vias laterais, uma nova ponte para via lateral e a adequação de ponte existente no km 3229,9, no Rio Capivari. O lote de Obras Complementares e remanescentes se estende do km 300, em Laguna, até o km 358, em Sangão e já construiu e liberou cerca de dois mil metros de vias laterais, 1,5 mil metros de calçadas em Pescaria Brava com 2,2 mil metros construídos em na travessia urbana do bairro São Cristóvão, em Tubarão, um viaduto e quatro passarelas.

04/07/2018

ASCOM/DNIT