Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Pedra fundamental da segunda ponte entre Brasil e Paraguai é lançada em Foz do Iguaçu

Notícias

Pedra fundamental da segunda ponte entre Brasil e Paraguai é lançada em Foz do Iguaçu

INFRAESTRUTURA

Aprovada pelo Conselho de Itaipu, obra deverá ser concluída em 36 meses
por publicado: 10/05/2019 12h43 última modificação: 10/05/2019 12h44

A pedra fundamental da segunda ponte entre Brasil e Paraguai foi lançada nesta sexta-feira (10), em Foz do Iguaçu (PR). A solenidade contou com a presença dos presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e do Paraguai, Mario Abdo Benítez; do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; e do diretor de Infraestrutura Rodoviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Euclides Bandeira Neto.

O DNIT terá a responsabilidade de supervisionar o empreendimento, além de seguir com a competência técnica de aprovar os projetos da segunda ponte entre os dois países.

O Conselho de Administração de Itaipu aprovou a construção da obra com recursos da própria binacional. O investimento total será de R$ 462.995.564,22, considerando obras da estrutura, desapropriações e a construção de uma perimetral no lado brasileiro.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, explica que o investimento será diluído ao longo do orçamento dos próximos três ou quatro anos, sem onerar a tarifa de Itaipu, para não prejudicar o consumidor brasileiro.

Por meio de um convênio de delegação, todas as obras serão gerenciadas pelo governo do Paraná. A estimativa é que a construção comece ainda no primeiro semestre e termine no prazo de 36 meses.

A segunda ponte será construída no Rio Paraná, entre Foz do Iguaçu (PR) e Presidente Franco, cidade paraguaia vizinha a Ciudad del Este, onde está localizada a Ponte da Amizade.

Estímulo - Aguardada há muitos anos, a segunda ponte entre os dois países será mais um estímulo ao desenvolvimento regional, pois vai gerar empregos, fortalecerá a integração, facilitará a logística de cargas e aliviará o trânsito no centro de Foz do Iguaçu e na Ponte da Amizade.

Coordenação de Comunicação Social - DNIT