Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Obras do Contorno do Mestre Álvaro seguem cronograma planejado

Notícias

Obras do Contorno do Mestre Álvaro seguem cronograma planejado

INFRAESTRUTURA

Previsão do DNIT é entregar o empreendimento em dezembro de 2021
por publicado: 21/05/2020 12h01 última modificação: 22/05/2020 09h17

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) cumpre o cronograma planejado e segue com as obras do Contorno do Mestre Álvaro, na BR-101/ES. O empreendimento é uma das prioridades do governo federal e do Ministério da Infraestrutura no estado do Espírito Santo e tem investimento total de R$ 381,5 milhões.

Mesmo diante desse cenário de pandemia do novo coronavírus (COVID-19), as equipes da Autarquia têm tomado todas as medidas de proteção sugeridas pelo Ministério da Saúde e trabalhado ininterruptamente, inclusive durante finais de semana e feriados, no local.

Mestre Álvaro2.jpg

No mês de junho começa a execução das fundações e dos pilares do viaduto de mais de três quilômetros da via elevada, estrutura feita para transpor o solo brejoso da região. A previsão é que essa fase seja finalizada em dezembro deste ano para, em 2021, começar a super estrutura, que é o tabuleiro localizado por cima do viaduto. A obra deve ser concluída no fim de 2021.

O Contorno do Mestre Álvaro possui 19,7 quilômetros de extensão, tendo início no km 249 e final no km 275 da BR-101/ES. São sete interseções em dois níveis através de viadutos que estão sendo construídos na região.

Mestre Álvaro3.jpg

As obras do contorno do Mestre Álvaro tem recursos garantidos para 2020, num esforço conjunto da Bancada do Espírito Santo e da Comissão Externa que acompanha as obras na Câmara dos Deputados,  receberá R$ 53,1 milhões por meio de emenda impositiva ao Orçamento Geral da União.

Esse novo acesso rodoviário deve desafogar um gargalo logístico importante na região metropolitana da Grande Vitória, diminuindo a distância entre os municípios de Serra e de Cariacica em 15 quilômetros e tirando o tráfego pesado da região.

Mestre Álvaro4.jpg

Coordenação de Comunicação Social - DNIT