Você está aqui: Página Inicial > Notícias > No Rio de Janeiro, obras executadas pelo DNIT melhoram trafegabilidade em rotas turísticas

Notícias

No Rio de Janeiro, obras executadas pelo DNIT melhoram trafegabilidade em rotas turísticas

RETROSPECTIVA

por publicado: 17/12/2019 17h27 última modificação: 17/12/2019 17h27

Desde o início de maio, um viaduto com pista dupla, construído pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) na BR-101/RJ, na altura de Itaguaí, garante mais segurança para motoristas e ciclistas que se dirigem às praias da Costa Verde Fluminense. Com 360 metros de extensão, a estrutura foi implantada no trevo de acesso ao distrito industrial de Santa Cruz, conhecido como Casa da Moeda, e é estratégica para o desenvolvimento econômico local, onde estão instaladas empresas de grande porte.

Esta foi uma das principais entregas do DNIT no Estado do Rio de Janeiro, onde também se destacaram as obras de recuperação de dois túneis localizados na BR-101, também conhecida como rodovia Rio Santos, assegurando melhorias nas condições de trafegabilidade desta importante rota turística. Os serviços realizados nos túneis Itacuruçá-Muriqui e Sahy-Mangaratiba incluíram a recuperação, reconstrução e desobstrução da drenagem profunda existente nas embocaduras, bem como a pavimentação em asfalto da pista, corrigindo os danos que apresentavam.

As obras emergenciais realizadas na BR-101 na altura de Angra dos Reis e Mangaratiba garantiram a trafegabilidade da rodovia após chuvas intensas que atingiram a região. No km 436, houve deslocamento de blocos de rochas que destruíram os muros existentes.  O DNIT construiu uma “cortina atirantada”, estrutura vertical em concreto que visa a contenção de encostas.

Já no km 484 da BR-101, houve deslizamentos de encostas. O DNIT executa a estabilização deste grande acidente geotécnico, utilizando uma solução mista. Esta solução prevê obras de terraplenagem protegidas pela implantação de solo grampeado – uma técnica de melhoria de solos, que permite a contenção de encostas naturais e de corte, por meio da execução de chumbadores e drenagem. Também prevê a utilização de tela de arame de aço de alta resistência cobrindo a superfície da encosta e pequenas estruturas de contenção.

Durante todo o período dos serviços, as ações realizadas pelo DNIT garantiram a trafegabilidade no local.

Coordenação de Comunicação Social - DNIT