Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Gestão ambiental ajuda comunidade a produzir sabão

Notícias

Gestão ambiental ajuda comunidade a produzir sabão

A ação tem como objetivo evitar a poluição dos recursos hídricos através do descarte incorreto do óleo de cozinha
por publicado: 15/05/2018 16h02 última modificação: 15/05/2018 16h02

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, por meio da Gestão Ambiental da BR-101/BA, realizou uma oficina de reaproveitamento de óleo de cozinha para a produção de sabão ecológico na Associação de Remanescentes Quilombolas Fazenda Porteiras, no munícipio baiano de Entre Rios.

As famílias que moram no quilombo se reuniram para a realização da oficina, que teve como objetivo sensibilizar a comunidade para evitar a geração de efluente que possa contaminar os recursos hídricos através do descarte incorreto do óleo de cozinha.

Um litro do produto tem a capacidade de contaminar cerca de 25 mil litros de água. Uma quantia, mesmo que pequena, leva 14 anos para ser totalmente absorvida pela natureza. Assim, o reaproveitamento do óleo para a produção de sabão ecológico torna-se uma opção econômica e sustentável para o meio ambiente.

Seguindo uma receita fácil: 1L de óleo de cozinha, soda caústica, essência para sabão, vasilha, colher de pau, medidor e equipamentos de proteção individual (Jaleco, luvas, máscara e óculos de proteção), todos os participantes aprenderam a produzir o sabão ecológico de modo prático e seguro.

Os membros da comunidade ficaram muito satisfeitos com a ação e se comprometeram a continuar com o reaproveitamento do óleo de cozinha para a produção de sabão ecológico na comunidade.

 15/05/2018

ASCOM/DNIT