Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Derrocamento do Pedral do Lourenço trará benefícios ao Pará

Notícias

Derrocamento do Pedral do Lourenço trará benefícios ao Pará

por publicado: 09/08/2017 17h22 última modificação: 09/08/2017 19h32

Equipe técnica do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT)  apresentou as ações para o derrocamento do Pedral do Lourenço (Rio Tocantins), em audiência realizada na Câmara de Vereadores de Marabá, no Pará, na última quinta-feira (3).  Na oportunidade foram detalhadas as etapas de elaboração de projetos e licenciamento ambiental, que seguem de acordo com o cronograma do empreendimento.

Durante a apresentação, o coordenador de Obras Hidroviárias, André Cardoso Bernardes, salientou as vantagens do transporte hidroviário para a economia da região: “A projeção de carga para a hidrovia em 2025 é de 20 milhões de toneladas. O município de Marabá vai arrecadar ISS diretamente, pela geração de movimento, e Itupiranga arrecadará diretamente, com a execução da obra”, explicou. 

O DNIT vai investir R$ 520,5 milhões até 2021 para a elaboração dos projetos básico, executivo e execução do desmonte das rochas. Desde a entrada em operação da segunda fase da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, o trecho de 43 quilômetros de extensão entre a Ilha do Bogéa e Vila Tauri passou a apresentar sérios riscos à navegação. A solução de engenharia contratada pelo DNIT vai restabelecer a navegabilidade no local e favorecer o escoamento da produção mineral, agrícola e da pecuária.

 

09/08/2017

ASCOM/DNIT