Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Controle Externo e Projeto Novo Chico são destaques do encerramento dos Diálogos Hidroviáveis

Notícias

Controle Externo e Projeto Novo Chico são destaques do encerramento dos Diálogos Hidroviáveis

por publicado: 23/03/2017 18h28 última modificação: 24/03/2017 12h01

Terminaram nesta quinta-feira (23), os Diálogos Hidroviáveis, evento promovido pela Diretoria de Infraestrutura Aquaviária do DNIT para celebrar a Semana da Água em Brasília. O ministro do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, foi o responsável pela palestra de encerramento. Ao citar a importância da parceria entre a Corte de Contas e a Autarquia, ele defendeu a criação de um Centro de Governo como forma de melhorar a questão logística. “O grande tema que temos que discutir é: aumentar a competitividade de nossos produtos, e investir em governança é fundamental para aumentar a eficiência e a eficácia das ações”, enfatizou.

Mais cedo, a presidente da Codevasf, Kenia Marcelino, e o diretor de Infraestrutura Aquaviária do DNIT, Erick Moura, discutiram a Hidrovia do São Francisco e as novas possibilidades trazidas pelo Projeto Novo Chico. Por meio desta iniciativa, o Governo Federal vai investir R$ 1,16 bilhão para trazer mais qualidade de vida a cerca de 16 milhões de pessoas em seis estados brasileiros: “Temos buscado soluções de engenharia para assegurar a navegação, os deslocamentos entre as cidades, e garantir infraestrutura de qualidade a populações que tanto precisam do nosso olhar”, garantiu Moura. 

Desde a última terça-feira, o evento foi palco de debates sobre escoamento da produção agropecuária, licenciamento ambiental, regulação, concessões e turismo, com o objetivo de fomentar o Transporte Hidroviário Interior. Mais de trinta autoridades apresentaram diferentes pontos de vista sobre o assunto. Foram dez painéis, com a participação de representantes de instituições como DNIT, agências Nacional de Águas e de Transportes Aquaviários, IBAMA, ministérios da Agricultura e dos Transportes, Presidência da República, Congresso Nacional, CODEVASF, Tribunal de Contas da União, construtoras, transportadoras, comitês de bacias hidrográficas, Universidade Federal do Pará e Universidade de Brasília.

23/03/2017

ASCOM/DNIT