Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Autarquia faz balanço da dragagem do Rio Madeira no Ministério dos Transportes Portos e Aviação Civil

Notícias

Autarquia faz balanço da dragagem do Rio Madeira no Ministério dos Transportes Portos e Aviação Civil

INFRAESTRUTURA AQUAVIÁRIA

por publicado: 06/12/2018 15h30 última modificação: 12/12/2018 17h54

Nesta quarta-feira (5) o DNIT fez um balanço da dragagem do Rio Madeira no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. Neste ano foram dragados 950.639 m³, quase o triplo do volume do ano passado.

Entre junho e novembro o DNIT atacou os passos Tamanduá e Curicacas, conforme o projeto de dragagem e entendimentos com as empresas de navegação que operam na hidrovia. “Optamos por abrir um canal de navegação mais reto e paralelo às margens, para facilitar as manobras dos comboios de maior porte”, explicou o Coordenador de Obras Hidroviárias, André Cardoso Bernardes.

O diretor de infraestrutura aquaviária, Erick Moura, ressalta a importância da interação com os usuários e o compartilhamento de informações: “Solicitamos que a navegação ocorra sempre que possível no novo canal, para ajudar a mantê-lo, e pedimos que as empresas disponibilizem os levantamentos do fundo do rio que elas efetuam durante suas viagens ao longo do ano”, contou.

O DNIT vai investir R$ 80 milhões para assegurar a dragagem até 2022. A intenção é manter profundidades mínimas de 3,5 metros ao longo de toda a estação seca. Essa medida visa garantir a navegação segura das barcaças que transportam milho, soja, derivados de combustível e carga geral na região.

 

ASCOM/DNIT